5 DICAS PARA QUEM PRETENDE ANUNCIAR SEU IMÓVEL PARA ALUGUEL
Voltar para o blog

5 DICAS PARA QUEM PRETENDE ANUNCIAR SEU IMÓVEL PARA ALUGUEL

Um imóvel, principalmente um apartamento, é, tranquilamente, um investimento para a vida toda, mas o que fazer se ele não está sendo usado e você não quer abrir mão da propriedade? 

A locação é uma excelente forma de manter um ativo mensal extra para quem tem um imóvel parado e não pretende se desfazer dele tão cedo.

 

Colocar um imóvel para locação, no entanto, demanda atenção para alguns pontos que podem passar despercebidos ou que podem gerar algum incômodo futuro. 

 

Por isso, separamos cinco dicas para ajudar os locadores a atraírem mais ofertas para o seu imóvel e lidarem melhor com o processo de locação.

 

O primeiro passo é estar com o seu imóvel em situação apresentável, por isso...

 

1. Faça os reparos necessários antes de anunciar seu imóvel

 

Diferente de quem compra um imóvel, que investe muito tempo em pesquisas, visitas e reformas para o novo lar, quem quer alugar um apartamento está em busca de uma solução rápida e geralmente tem um orçamento mais apertado. 

 

Um imóvel sem reformas e muito tempo parado tende a desvalorizar fazendo com que o valor do seu alguel seja mais baixo que o de mercado. Para piorar: quanto mais tempo sem alugar, mais tempo você estará pagando Condomínio e IPTU, por exemplo, aumentando suas despesas. Dessa forma, manutenção preventiva é primordial para uma excelente locação.

 

Por isso, quanto menos reparos e reformas forem necessários, menos tempo se perde em consertos e mais rápido o imóvel se apresenta disponível. Dessa forma, maiores são as chances de o locatário escolher o seu imóvel para morar.  

 

Lembre-se: reparos como esses são investimentos que diminuem o tempo em que o imóvel ficará parado. Não encare como gasto: encare como um catalisador para a locação, que significa você ter lucro mais rápido.

 

Além disso, tanto os reparos essenciais quanto as melhorias feitas devem ter um objetivo, o que leva à próxima dica:

 

2. Invista em melhorias no imóvel de acordo com o público pretendido

 

O bairro onde seu apartamento se encontra, o tamanho do imóvel e a faixa de preço do aluguel são alguns fatores que tendem a definir por si só o público que irá considerar o seu imóvel para locação. 

Saiba identificar seu público: se o foco são estudantes universitários, que priorizam a relação custo x benefício, invista em itens versáteis e de alta durabilidade; se são jovens adultos que buscam morar em bairros nobres e priorizam o conforto, investir em itens de mobília mais aconchegantes é uma boa opção.

 

Conforto também é sobre identidade. As chances de um locatário sentir que o seu imóvel se adequa ao seu estilo de vida pode ser um fator decisivo e te beneficiar, no final das contas. 

Tendo a estrutura, a mobília e a decoração adequada, produzir boas fotos é indispensável para a apresentação do seu imóvel, nossa próxima dica.

 

3. Faça boas fotos

 

A propaganda é a alma do negócio, certo? Em um mundo hiperconectado, em que a maioria das pessoas faz buscas na internet para tomar decisões mais certeiras na hora de mexer no bolso, produzir boas fotos do seu imóvel é uma boa forma de colocá-lo na vitrine. 

 

Boas fotos mostram os detalhes do imóvel e são tiradas em horários de boa incidência solar, como às 10h e às 16h. Tirar fotos posicionando-se no canto dos imóveis também favorece a exposição dos cômodos ao mostrar melhor o seu espaço.

 

Separe um tempo para fazer boas fotos, busque os melhores ângulos e horários e mostre o imóvel como ele realmente é para atingir o público certo para a sua propriedade.

 

Entretanto, mesmo que seu apartamento seja o mais fotogênico dos imóveis, nenhum processo de locação escapa do momento de lidar com a parte burocrática do aluguel, por isso...

 

4. Esteja atento a burocracias e contratos arriscados

 

Os processos legais envolvidos em regularizar o imóvel para locação, bem como o processo de contrato entre locador e locatário pode consumir um tempo precioso da rotina de quem anuncia seu imóvel, sem esquecer que o acordo deve ser benéfico para ambos, sem melindres.

 

Se você quer garantir que está fazendo um negócio seguro mas prefere evitar a papelada envolvida na locação e não tem tempo para fazer o meio de campo com os inquilinos, deixar esses processos nas mãos de uma imobiliária é a melhor opção para você.

 

A imobiliária também pode te ajudar com nossa próxima dica: determinando preços justificáveis de aluguel pautado em fatores relevantes para o mercado.

 

5. Pesquise o custo de aluguel de imóveis semelhantes

 

Ainda que o seu imóvel seja voltado para um público com maior poder aquisitivo, esteja atento ao valor cobrado por apartamentos com características e vantagens semelhantes ao seu. O mesmo vale para imóveis voltados a públicos com orçamentos mais restritos.

 

Quem pesquisa por imóveis para aluguel na internet pode utilizar o filtro de faixa de preço e, se o seu valor mensal estipulado for muito destoante (para mais ou para menos), seu imóvel corre o risco de não aparecer nas principais pesquisas.

 

Somando a pesquisa sobre os imóveis concorrentes com a parceria com uma imobiliária, a produção de boas fotos, a definição do público pretendido e a realização dos reparos necessários para uma boa apresentação do imóvel, as chances de o seu apartamento garantir um locatário vão lá em cima. 

 

Gostou? Entre em contato e coloque seu imóvel conosco!

 

E-mail: administracao@fontesmagdaleno.com.br

 

Outros posts

  1. É obrigatório haver reconhecimento de firma no contrato de locação?

    É obrigatório haver reconhecimento de firma no contrato de locação?

    É obrigatório haver reconhecimento de firma no contrato de locação?Veja o comentário de nosso advogado Prof. Carlos EduardoPor lei, não, mas é fortemente aconselhável. “É meramente uma questão de segu...

  2. É obrigatório haver reconhecimento de firma do mandato de procuração firmado entre administradora e proprietário?

    É obrigatório haver reconhecimento de firma do mandato de procuração firmado entre administradora e proprietário?

    Veja o comentário de nosso advogado Prof. Carlos EduardoPor lei, não, mas o Código Civil garante que a firma seja reconhecida se o inquilino assim o exigir. E o ideal, é que exija mesmo. É uma forma d...

  3. Sublocação: o que é? Como agir da forma correta?

    Sublocação: o que é? Como agir da forma correta?

    A prática da sublocação é muito comum tanto nas locações residenciais como nas comerciais e está regulamentada pela Lei do Inquilinato nº 8.245/91 nos Art 13 e seguintes, e nada mais é quando, o inqui...

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência.

Fontes Magdaleno - Administradora de Imóveis Ltda

Telefone
(21) 99875-0461

Fontes Magdaleno - Administradora de Imóveis Ltda

Telefone
(21) 99875-0461